AS PIRÂMIDES DO EGITO

Envoltas em mistérios, lendas e inúmeras especulações sobre seu verdadeiro significado e como foram construídas, as pirâmides egípcias intrigam as mentes humanas há milênios. Não há como precisar tais dados, no entanto diversas coincidências relacionando astronomia, física e matemática, nos levam a crer que seus construtores dominavam esses campos do saber tanto quanto nos dias atuais. Não os construtores de todas as pirâmides, mas provavelmente os da mais fantástica dessas obras, que parece exorar por uma avaliação científica: a Grande Pirâmide, da qual as impressionantes medidas são o aval para a espantosa ciência envolvida.
Uma das funções desses magníficos monumentos foi certamente a de servir como túmulo aos faraós, no entanto , dizer que essa foi a única função das pirâmides parece improvável. Se tomarmos o período de um século transcorrido entre a III e IV Dinastias veremos que as pirâmides erguidas nessa época¹ são mais numerosas que os soberanos.
O “poder das pirâmides” de conservar alimentos, manter o fio de lâminas de barbear e tardar o envelhecimento, tem se mantido como uma forte cultura popular ao longo dos séculos, no entanto, não há prova científica de quaisquer dessas faculdades nas pirâmides.
O Egito abriga em torno de 80 pirâmides, algumas reduzidas atualmente a montes de pedras, outras apenas corroídas pela erosão. Algumas são estruturas colossais, enquanto outras, relativamente ínfimas. Mas o complexo piramidal mais intrigante é sem dúvida o do planalto de Gizé.
Gizé está localizada na margem esquerda do rio Nilo e faz fronteira com a capital, Cairo. É mundialmente conhecida por conter a única das Sete maravilhas do mundo antigo ainda conservada: as pirâmides de Quéops, Quéfren e Miquerinos.
As especulações sobre a verdadeira data de construção desses monumentos são extremamente variadas. É possível, com uma pesquisa rápida em alguns livros ou mesmo via web, encontrarmos variações entre 72.000 e 2.500 anos a.C.
Em 1995 uma pesquisa realizada por membros do David H. Kochs Pyramids Radiocarbon Project, colocou um fim às especulações em torno da data de construção das pirâmides no vale de Gizé. A partir de minúsculos fragmentos do material usado como argamassa entre os blocos das pirâmides, os cientistas fizeram diversos testes para verificar os níveis de atividade do carbono 14 (C14). (A meia-vida do C14 é 5715 anos, o que significa que passado esse período de tempo sua atividade se reduz à metade da original.) Assim, determinaram que todo o complexo de Gizé foi erguido entre 2589 e 2504 a.C., ou seja, ao longo de 85 anos.

¹As primeiras pirâmides erguidas foram: 1ª - A pirâmide escalonada de Djoser (em Saqqara), 2ª - A pirâmide ruída (em Meidum), 3ª - A pirâmide torta (em Dashur), 4ª - A pirâmide vermelha (em Dashur), 5ª - A pirâmide de Quéops (em Gizé), 6ª - A pirâmide de Quéfren (em Gizé) e 7ª - A pirâmide de Miquerinos (em Gizé).








2 comentários:

  1. Parabéns, gostei muito, ótimo levantamento!

    ResponderExcluir
  2. Que horror.eu botei qual a relação entre as piramides do Egito e a matematica e vem e me aparece isso

    ResponderExcluir